quinta-feira, 1 de outubro de 2009

♦ Emprego de HAVER, EXISTIR e FAZER

Clique aqui e confira os melhores livros sobre redação!


O verbo haver, quando tem sentido de "existir", é impessoal (não tem sujeito) e conjuga-se na 3ª pessoa do singular.

Veja o exemplo:

Havia dias que ela não comia chocolate.

Observação: O verbo haver flexiona-se regularmente quando é empregado como verbo pessoal (com sujeito). Por exemplo: Os atletas hão de conseguir se classificar para o campeonato nacional.

O verbo fazer também fica na 3ª pessoa do singular quando exprime tempo ou fenômenos atmosféricos.

Veja os exemplos:

a) Faz três anos que eu moro aqui.
b) Faz noites quentes no Nordeste.

Observação: Se esses verbos (haver com sentido de existir e fazer com sentido de tempo passado ou fenômenos atmosféricos) fizerem parte de uma locução, o verbo auxiliar ficará também na 3ª pessoa do singular. Por exemplo:

a) Devia haver semanas que ela estava de dieta.
b) Deve fazer dois dias que começou a pintura da fachada do meu prédio.

O verbo existir concorda sempre com o sujeito, por isso deve ser flexionado. Quando esse verbo faz parte de uma locução, o auxiliar se flexiona concordando com o sujeito.

Veja o exemplo:

Existem flores amarelas naquele jardim. Devem existir também flores vermelhas nas proximidades da casa.





Fonte: livro Oficina de Redação - Editora Moderna.



4 comentários:

  1. muito bom, obrigado

    ResponderExcluir
  2. Muito bom me ajudou muito no meu trabalho de escola

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, procurei em vários sites e só entendi nesse..
    Obrigadaa!

    ResponderExcluir
  4. esse site é dezzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    ResponderExcluir